IAC e seu diretor-geral são homenageados pelo setor sucroenergético

Por Carla Gomes (MTb 28156) – Assessora de imprensa – IAC

O Instituto Agronômico e seu diretor-geral, Marcos Guimarães de Andrade Landell, que também líder do Programa Cana IAC, foram homenageados pela Megacana Tech Show, a maior feira do setor sucroenergético do Brasil. A homenagem resulta das contribuições geradas a esse setor e foi feita pelos presidentes da feira, Daine Frangiosi e Mário Campos. O evento ocorreu no dia 20 de novembro de 2021, no encerramento da Megacana Tech show, em Uberaba, Minas Gerais.

Landell coordena os projetos PROCANA, Manejo Varietal e CANAGETEC (Grupo Fitotécnico de Cana IAC). Até junho passado, Landell dirigia o Centro de Cana do IAC, em Ribeirão Preto. Naquele mês, assumiu a diretoria-geral do IAC e transferiu a gestão do Centro ao pesquisador Mauro Alexandre Xavier, integrante da equipe há 21 anos.

O cientista assumiu a diretoria-geral após 39 anos de trabalho no Instituto. O Programa Cana IAC considera a prospecção de demandas junto às usinas e às associações do estado de São Paulo e de outros dez estados do Brasil, principalmente das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Esse modelo de atuação alavancou o IAC à posição de referência no setor sucroenergético no Brasil e em outros países pela competência científica, capacidade de gestão e interação com a cadeia de produção.

Landell foi um dos responsáveis pela estruturação do Programa Cana IAC, nos anos de 1989 a 1992. Atualmente, destaca-se como um dos quatro programas brasileiros de melhoramento genético da cana-de-açúcar.

O Programa Cana IAC tem cerca de 630 ensaios ativos na atualidade, apenas na sua rede de experimentação para seleção e caracterização de novas variedades. Esse modelo de pesquisa requer ação contínua e dinâmica da equipe de cientistas e técnicos, que chegam a rodar distâncias anuais superiores a 500 mil quilômetros no Brasil.

A equipe transfere os resultados da ciência nas diversas áreas do conhecimento, que proporcionam saltos de produtividade, com sustentabilidade ambiental na canavicultura.

“Existe um divisor de águas depois que seguimos para o lado mais científico e você (Marcos Landell) teve uma enorme contribuição nisso", Jorge Cavalcanti de Petribú, presidente do conselho de administração da Usina Petribú, presente no evento da Megacana Tech Show.

A Usina Petribú, no município de Lagoa de Itaenga, Pernambuco, é a primeira a disponibilizar o açúcar demerara para o varejo no Brasil. A data de comprovação histórica do Engenho Petribú é de 1729 e foi transformado em usina com o advento da Revolução Industrial, em 1909, com a aquisição de máquinas a vapor. “Em funcionamento, é o mais antigo do Brasil”, diz Jorge Petribú, que pertence à sétima geração da família atuando nesse setor.

Sede do Instituto Agronômico (IAC)
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600