Portal do Governo | Investe SP | Cidadão SP | Internacional SP

Webmail    |    Intranet

Centro de Recursos Genéticos Vegetais


Análise de diagnóstico de doenças em plantas


Patógeno

Doença ou sinônimo ou hospedeiro

Descrição

Leifsonia xyli subsp.xyli

Raquitismo da soqueira-RSD em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Pan et al 1988 ou em tempo real 

Xanthomonas albilineans

Escaldadura em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Davis et al 1998 ou em tempo real

Sugarcane Mosaic Virus - SCMV

Mosaico em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Velde 1994 ou em tempo real

Fiji disease virus

Fijivirus em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Velde 1994 ou em tempo real

Sugarcane Yellow Leaf Vírus - ScYLV

Amarelinho em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Gonçalves et al.2002 ou em tempo real

Sugarcane streak mosaic virus

Streak mosaico em cana-de-açúcar

Método de análise por PCR de Viswanathan et al.2008 ou em tempo real

Maize dwarf mosaic vírus- MDMV

Dwarf mosaic vírus em milho

Método de análise por PCR de Oliveira et al.2003.

Da família Rhabidoviridae

Rhabidovirus em milho

Método de análise por PCR de Bourhy et al.2005

Pantoea stewartii subsp. stewartii

Murcha bacteriana de Stewart em milho

Método de análise por PCR de Thapa et al. 2012

Clavibacter michiganensis subsp. Nebraskensis

Murcha-bacteriana do Goss e Blight em milho

Método de análise PCR de Ayala-Labarrios et al.2004

Mycosphaerella zeae-maydis ou Didymella zeae-maydis

Ou Phoma zeae-maydis ou Peyronellaea zeae

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Dactuliochaeta glycines ou Phoma glycinicola

Ou Coniothyrium glycines  ou Pyrenochaeta glycines em soja

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Phytophthora megasperma ou Phytophthora sojae

Phytophthora root rot (PRR) em soja

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Fusarium oxysporum f.sp. radicis-lycopersici

Fusarium crown e root rot em tomate

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Phytophthora cryptogea

em tomate

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Phytophthora boehmeriae

em solanaceas, cucurbitáceas

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Phytophthora erythroseptica

em tomate

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Synchythrium endobioticum

em tomate, potato wart disease em batata

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Phymatotrichopsis omnivore

cucurbitáceas

Método de análise por PCR com primers desenvolvidos  pelo laboratório

Prunus necrotic ringspot virus

PNRSV

Método de análise por PCR de Rozák & Gálová 2013

Tobacco rattle virus -TRT

Corky ringspot  em batata

Método de análise por PCR de Riga et al.2009

Potato virus Y

Estirpes N, NTN, N:O em solanaceas

Método de análise por PCR de Nie & Singh 2003

Begomovirus

ToSRV, ToYVSV, SimMV em solanaceas

Método de análise por PCR de Rojas et al.1993

 

Detalhes de pagamentos e outras informações podem ser obtidos no Laboratório de Biologia Molecular pelo telefone: (19) 3202-1780 ou pelo e-mail: henok@iac.sp.gov.br.
Informações para o envio da amostra: De acordo com o ítem Coleta de Amostra

 

Cada amostra de planta deve ser enviada na quantidade de 10 a 20 g, em embalagem limpa e identificada.
Cada amostra de semente deve ser enviada na quantidade de 10 a 100 g em embalagem limpa e idenfificada.
Deve constar na identificação da amostra: quem foi responsável pela coleta da amostra, local e data da coleta da amostra, o nome e telefone de uma pessoa para contato na empresa, bem como o nome, endereço e CNPJ da empresa para emissão dos resultados e boleto bancário. Os boletins de resultados serão baseados nas informações fornecidas pelo cliente, e qualquer solicitação de alteração posterior às análises poderá ser cobrada. As amostras deverão estar acompanhadas do

Formulário de Pedido de Análise de doenças FSG-LBM-001a

 

O endereço para envio / entrega das amostras é:

 

Instituto Agronômico - Centro de Recursos Genéticos Vegetais
Laboratório de Biologia Molecular
Av Theodureto de Almeida Camargo 1500
Bairro Nossa Sra Auxiliadora
13075-630 Campinas, SP

 

Como enviar o material

 



Sede do Instituto Agronômico
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600