Portal do Governo | Investe SP | Cidadão SP | Internacional SP

Webmail    |    Intranet

Centro de Grãos e Fibras


CULTIVARES DE FEIJOEIRO IAC

Cultivares de Tegumento Preto

IAC Diplomata: A cultivar IAC Diplomata apresenta potencial produtivo de 3.681 kg.ha-1 conforme observado em 24 ensaios de VCU realizados no Estado de São Paulo. Apresenta porte ereto, peso de mil sementes de 240gramas, ciclo médio de 90 dias e resistência à antracnose para as principais raças do patógeno que ocorrem no Brasil sendo as raças 31, 65, 81, 89 e 95. A IAC Diplomata é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, skarakaseca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sulpara cultivo nas épocas da seca e das águas. Para os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande Norte é também recomendada para cultivo na época da semeadura de inverno. Recomenda-se o uso de um espaçamento entrelinhas de 50 cm e de 10 a 12 plantas por metro linear, totalizando ao redor de 240 mil plantas por hectare.

Cultivares de Tegumento Carioca

IAC Milênio: A cultivar IAC Milênio apresenta produtividade média de 2831 kg.ha-1, ciclo médio de 95 dias,massa de mil grãos de 290 gramas, alta qualidade de grão com tolerância ao escurecimento e resistente ao Fusarium oxysporum e as raças fisiológicas 81, 89 e 95 do patógeno da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum).O potencial produtivo da cultivar IAC Milênio é de 4625 kg.ha-1 observado no experimento realizado no município de Avaré/SP na época da “seca” de 2012 entre os 12 ensaios de VCU realizados no Estado de São Paulo.A cultivar é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sulpara cultivo nas épocas da seca e das águas. Para os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande Norte é recomendada para cultivo na época da semeadura de inverno.

Recomenda-se o uso de um espaçamento entre linhas de 50 cm e de 10 a 12 plantas por metro linear, totalizando ao redor de 240 mil plantas por hectare.

IAC Imperador: A cultivar IAC Imperador apresenta potencial produtivo de 4.600 kg.ha-1, observado em campos de produção no Estado de São Paulo com ciclo precoce ao redor de 75 dias e massa de mil grãos com 270 gramas. Apresenta resistência ao Fusarium oxysporum e também as raças fisiológicas 65, 81, 89 e 95 do patógeno da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum).A produtividade média da ´IAC Imperador´ em ensaios de VCUno Estado de São Paulofoi de 2.132 kg.ha-1, 2.146 kg.ha-1e 2.521 kg.ha-1para as épocas das águas (4 ensaios), da seca (5 ensaios) e de inverno (8 ensaios), respectivamente.A cultivar é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sulpara cultivo nas épocas da seca e das águas. Para os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande Norte é também recomendada para cultivo na época da semeadura de inverno. Recomenda-se o uso de um espaçamento entre linhas de 50 cm e de 10 a 12 plantas por metro linear, totalizando ao redor de 240 mil plantas por hectare.

IAC Alvorada: A cultivar IAC Alvorada apresenta potencial produtivo de 4.351 kg.ha-1, conforme observado em 24 ensaios de VCU no Estado de São Paulo. Apresenta porte semi-ereto, alta qualidade de grãos, peso de mil sementes de 300 gramas e resistência moderada à antracnose. A IAC Alvorada é recomendada para semeadura conforme o zoneamento ecológico do Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas,seca e inverno). A cultivar é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sulpara cultivo nas épocas da seca e das águas. Para os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande Norte é também recomendada para cultivo na época da semeadura de inverno. Recomenda-se o uso de um espaçamento entrelinhas de 50 cm e de 10 a 12 plantas por metro linear, totalizando ao redor de 200 a 240 mil plantas por hectare.

IAC Formoso: O potencial produtivo da cultivar IAC Formoso é de 4.025 kg.ha-1, observado em um experimentos dos 24 ensaios de VCU realizados em 2007/2008/2009 no Estado de São Paulo. A produtividade média da ´IAC Formoso´ nestes ensaios foi de 2.805 kg.ha-1, 2.483 kg.ha-1e 3.161 kg.ha-1para as épocas das águas (8 ensaios), da seca (8 ensaios) e de inverno (8 ensaios), respectivamente. Apresenta ciclo semi-precoce ao redor de 85 dias, massa de mil grãos com 280 gramas, alta resistência ao patógeno da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) para as raças 31, 65, 81, 89 e 95, resistente a mancha angular e tolerância para o patógeno de solo Fusarium oxysporum. A cultivar é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro Mato Grosso do Sulpara cultivo nas épocas da seca e das águas. Para os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Alagoas, Sergipe, Bahia, Paraíba e Rio Grande Norte é também recomendada para cultivo na época da semeadura de inverno. Recomenda-se o uso de um espaçamento entre linhas de 50 cm e de 10 a 12 plantas por metro linear, totalizando ao redor de 240 mil plantas por hectare.

Cultivares de Tegumento Rajado

IAC Boreal: O potencial produtivo da cultivar IAC Boreal é de 3.518 kg.ha-1, conforme observado em 24 ensaios de VCU. Apresenta grãos rajados tipo exportação, porte ereto, ciclo precoce em torno de 75 dias, resistência à antracnose e peso de mil sementes de 500 gramas. A cultivar é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para cultivo nas épocas da seca e das águas. Recomenda-se o uso de espaçamento entrelinhas de 50 cm com 12 plantas finais por metro linear, totalizando 240 mil plantas por hectare.

IAC Harmonia: O potencial produtivo da cultivar IAC Harmonia é de 3.828 kg.ha-1, conforme observado em 24 ensaios de VCU realizados no Estado de São Paulo. Apresenta grãos rajados tipo exportação, porte ereto, ciclo precoce em torno de 75 dias, resistência moderada à antracnose e peso de mil sementes de 415gramas. A IAC Harmonia é recomendada para a semeadura no Estado de São Paulo para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para cultivo nas épocas da seca e das águas. Recomenda-se o uso de espaçamento entre linhas de 50 cm com 12 plantas finais por metro linear, totalizando 240 mil plantas por hectare.

Cultivares de Tegumento Rosado

IAC Galante: O potencial produtivo da cultivar IAC Galanteé de 4.735 kg.ha-1conforme observado em 24 ensaios de VCU no Estado de São Paulo.Apresenta grãos rosados, ciclo de 90 dias e excelente qualidade de caldo, massa de mil grãos de 260 gramas, altaresistência à antracnose, resistência ao mosaico comum e porteereto. A IAC Galante é recomendada para semeadura, conforme ozoneamento ecológico do Estado de São Paulo, para as três épocasde cultivo (águas, seca e inverno) e também para os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul para cultivo nas épocas da seca e das águas. Recomenda-se o uso de espaçamento entrelinhas de 50 cm com 12 plantas finais por metro linear, totalizando 240 mil plantas por hectare.

Cultivares de Tegumento Jalo/Bolinha

IAC Jabola: Essa cultivar depreende-se do cruzamento realizado entre cultivares de tegumento carioca com cultivares de tegumento bolinha. O grão apresenta dupla aptidão podendo ser comercializado tanto para o grupo Jalo como para o Grupo Bolinha. A cultivar IAC Jabola apresenta porte semi-ereto com resistência para a antracnose, Fusarium oxysporum e mancha angular, apresentando também peso de mil sementes com 335 gramas. Apresenta ciclo médio de 96 dias. O potencial produtivo da cultivar IAC Jabola observado em 24 experimentos de VCU foi de 3966 kg.ha-1. O rendimento médio obtido com essa cultivar no Estado de São Paulo foi de 2124 kg.ha-1, 2336 kg.ha-1 e 2558 kg.ha-1 para a época das águas, da seca de inverno, respectivamente. A cultivar é recomendada para semeadura, conforme o zoneamento ecológico do Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno). Recomenda-se o uso de espaçamento entrelinhas de 50 cm com 12 plantas finais por metro linear, totalizando 240 mil plantas por hectare.

IAC Esperança: A cultivar IAC Esperança apresenta grãos de tegumento Bolinha, porte semi-ereto com resistência para a antracnose, Fusarium oxysporum e mancha angular, apresentando também peso de mil sementes com 345 gramas. Apresenta ciclo médio de 95 dias. O potencial produtivo da cultivar IAC Jabola observado em 24 experimentos de VCU foi de 3292 kg.ha-1. O rendimento médio obtido com essa cultivar no Estado de São Paulo foi de 1718 kg.ha-1, 1545 kg.ha-1 e 2263 kg.ha-1para a época das águas, da seca de inverno, respectivamente. A cultivar é recomendada para semeadura, conforme o zoneamento ecológico do Estado de São Paulo, para as três épocas de cultivo (águas, seca e inverno). Recomenda-se o uso de espaçamento entrelinhas de 50 cm com 12 plantas finais por metro linear, totalizando 240 mil plantas por hectare.



1. Mantenedor IAC IAC IAC IAC IAC IAC
2. Cultivar IAC Diplomata IAC Alvorada IAC Milênio IAC Imperador IAC Formoso IAC Boreal
3. Nº de registro no RNC/MAPA 22631 22628 31078 29886 27213 22629
4. Características da Cultivar*
Ciclo I I I P I P
Tipo de Planta II III III I II I
Porte E S E S S E
Massa de 1000 grãos (gramas) 240 300 290 270 280 500
População de plantas/ha, recomendada 240.000 200.000 a 240.000 180.000 a 240.000 240.000 240.000 240.000
Adaptação à colheita mecanizada A A A A A A
Grupo comercial Preto Carioca Carioca Carioca Carioca Carioca Rajado
Reação a doenças
Antracnose (Colletrotrichum lindemutianum) R MR R R R R
Crestamento bacteriano (Xantomonas campestris pv. Phaseoli) S MR MR MR S MR
Ferrugem (Uromyces phaseoli) MR MR R MR MR R
Mancha angular (Isariopsis griseola) MR MR MR MR R R
Mosaico comum (V M C F; BCMV) R R R R R R
Mosaico dourado (V M D F; BGMV) S S S S S S
Murcha de Fusarium (Fusarium oxysporum) R S R R MR MR
Oídio (Erysiphe polygoni) MR R R MR MR S
Murcha de Curtobacterium R R MR R MR MR
(Curtobacterium flaccunfaciens pv. flaccumfasciens) R R MR R MR MR
Local de Comercialização de Sementes IAC

Núcleo de Produção de Sementes IAC – Fazenda Santa Elisa (CEC)

Endereço: Avenida Theodueto de Almeida Camargo, 1500, CEP: 13075-630

Jardim Nossa Senhora Auxiliadora

Campinas – SP

Tel: (19) 3202-1658



Sede do Instituto Agronômico
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600