Portal do Governo | Investe SP | Cidadão SP | Internacional SP

Webmail    |    Intranet

Centro de Grãos e Fibras


Cultura - Milho

PROGRAMA MILHO

Os trabalhos com melhoramento de milho no IAC datam de 1932, quando teve início o primeiro programa de milho híbrido brasileiro, e vêm se modificando e se adequando às mudanças substanciais no mercado de milho nas últimas décadas. Atualmente, o programa de melhoramento vem direcionando seus objetivos para atender às principais demandas tecnológicas dessa cultura, na região Centro-Sul do Brasil, dando ênfase à obtenção de cultivares de alta produtividade, com resistência a doenças, baixo custo e destacando-se a produção de milhos especiais (milho pipoca e branco).


EQUIPE DIRETAMENTE LIGADA AO PROGRAMA

Pesquisadores

Eduardo Sawazaki – Melhorista
Maria Elisa Ayres Guidetti Zagatto Paterniani – Melhorista
Andrea Rocha Almeida de Moraes - Fitotecnista
Christina Dudienas – Fitopatologia
Gisèle Maria Fantin - Fitopatologia


Equipe técnica e experimentação regional

Aildson Pereira Duarte - Exp. Regional (Vale do Médio Paranapanema)
Antonio Lúcio Mello Martins – Exp. Regional (Pindorama)
Márcio Akira Ito – Exp. Regional (Tatuí)
Rogério Soares de Freitas – Exp. Regional (Votuporanga)
Paulo Boller Gallo – Exp. Regional (Mococa)
Edison Ulisses Ramos Júnior – Exp. Regional (Capão Bonito)
Joaquim Adelino de Azevedo Filho – Exp. Regional (Monte Alegre do Sul)
Marcelo Ticelli – Exp. Regional (Colina)


LINHAS DE PESQUISA

• Melhoramento genético de milho visando à produção de grãos.
• Melhoramento genético de milhos especiais
• Avaliação para resistência genética a doenças como mancha branca, ferrugens e mancha de Cercospora
• Avaliação de cultivares comerciais de milho no Estado de São Paulo


OBJETIVOS

• Contribuir para o avanço da cultura do milho no Estado de São Paulo assim como para outras regiões brasileiras por meio do melhoramento genético e contribuir para maior conhecimento fitotécnico da cultura, com as seguintes estratégias:

• Desenvolvimento de novas cultivares comerciais de milho com elevada produtividade, resistência a doenças e qualidade de grãos.

• Obtenção e avaliação de novas linhagens quanto à capacidade combinatória para caracteres de interesse.

• Desenvolvimento de híbridos intermediários e de baixo custo, com elevada produtividade e resistência a doenças, visando ao mercado de média tecnologia de milho.

• Desenvolvimento de novas cultivares comerciais de milhos especiais (milho pipoca e milho branco), com características específicas de produtividade, elevada capacidade de expansão, resistência a doenças, qualidade de espigas.

• Estudo das principais doenças do milho (Mancha branca, ferrugem comum, ferrugem branca, Cercospora).

• Avaliação de cultivares comerciais de milho no Estado de São Paulo.

• Avaliação de cultivares comerciais de milho para produção de silagem e de milho-verde.


CULTIVARES DE MILHO DESENVOLVIDAS NOS ÚLTIMOS ANOS:

IAC 8333
IAC 8390
IAC NELORE (branco)
IAC 112 (pipoca)
IAC 125 (pipoca)


PARCERIAS

I – Com entidades de apoio à pesquisa:
FAPESP
FUNDAG
ESALQ/USP


II – Com empresas de sementes de milho



Sede do Instituto Agronômico
Avenida Barão de Itapura, 1.481
Botafogo
Campinas (SP) Brasil
CEP 13020-902
Fone (19) 2137-0600